Início MAQUET S.A. BrasilQuem SomosProdutosPacienteSoluçõesServiçosNotíciasEventostreinamentoContato
PACIENTE
Condições
Procedimentos
Coronary Artery Bypass Surgery
Endoscopic Vessel Harvesting
Vascular Graft Surgery
Peripheral Bypass Surgery
Arteriovenous Access
Coleta EndoscÓpica de Vasos
O que é a EVH (Endoscopic Vessel Harvesting – Coleta Endoscópica de Vasos)?

Durante um procedimento de Safena Coronariana, o cirurgião precisa retirar (ou coletar) um ou mais vasos sangüíneos saudáveis na perna, braço ou tórax do paciente, que serão utilizados para criar “novos” vasos durante a cirurgia cardíaca. Isso exige um procedimento separado,com realização imediatamente antes da cirurgia cardíaca. Um ou mais desses vasos podem ser coletados:

  • A veia safena magna, que percorre toda a perna
  • A artéria radial, que vai do pulso ao cotovelo no braço
  • A artéria mamária interna, que fica no tórax

EVH quer dizer Endoscopic Vessel Harvesting (Coleta Endoscópica de Vasos), uma técnica utilizada para obter vasos de enxerto.


Quais são as diferentes técnicas para coletar uma veia?

Há três técnicas para coletar um vaso para um procedimento CABG: aberta, ponte e EVH. A EVH utiliza instrumentos especiais para visualizar e remover um vaso sangüíneo com muito menos trauma para o próprio vaso ou para os tecidos vizinhos do que um procedimento de ponte ou “aberto”.

Na Coleta Endoscópica de Vasos (EVH), um vaso sangüíneo saudável utilizado no procedimento de desvio é removido da perna ou braço através de uma única incisão de 2,54 cm, em comparação com procedimentos tradicionais de coleta aberta que exigem incisões mais longas e invasivas para acessar o vaso.

Desde a introdução da EVH, médicos puderam fornecer a mais de 800.000 pacientes de CABG um padrão mais alto de cuidado e benefícios clínicos..

No passado, uma incisão longa era feita do tornozelo à virilha – este procedimento é chamado de procedimento aberto. é altamente invasivo e freqüentemente causava aos pacientes mais dor do que a incisão no peito, além de resultar em uma longa cicatriz. Uma técnica alternativa ao procedimento aberto e menos invasiva é chamada de “ponte”, e permite que os coletores tenham acesso à veia safena através de três ou quatro incisões menores, de cerca de 7,5 cm.

A opção EVH é ainda mais minimamente invasiva e utiliza instrumentos especiais para visualizar e remover o vaso sangüíneo, e normalmente exige apenas uma incisão pequena de cerca de 2,54 cm de comprimento. O procedimento de EVH é realizado imediatamente antes da cirurgia cardíaca. Um ou mais dos seguintes vasos podem ser:
  • A veia safena magna, que percorre toda a perna
  • A artéria radial, que vai do pulso ao cotovelo no braço
  • A artéria mamária interna, que fica no tórax
Geralmente há pouco desconforto para o paciente com a coleta endoscópica de veia, em comparação com procedimentos abertos ou de ponte. Em estudos clínicos, alguns benefícios importantes demonstrados na EVH incluem:
  • Risco consideravelmente menor de infecção e complicações da incisão
  • Menos dor e inchaço após a operação
  • Recuperação mais rápida com cicatrização mínima
  • Maior satisfação do paciente


Há muito desconforto depois do procedimento de EVH?

Os pacientes que passam por EVH podem ter um pouco de desconforto com a coleta de vasos, embora provavelmente seja inferior ao resultante de um procedimento aberto ou de “ponte”. Converse com seu médico sobre o que espera durante e depois do procedimento e quaisquer instruções especiais que ele possa ter sobre cuidados pós-operatórios.



Relaciones con los inversores
Haga clic para conocer los contactos locales